• Programa de Estágio

Economia

29/06/2017 15:00

Exportação de vanádio cresce 26% no ano

O Brasil exportou, de janeiro a maio deste ano, 3,4 mil toneladas de pentóxido de vanádio (V2O5), um crescimento de 25,9% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram exportadas 2,5 mil toneladas do minério. As informações são do sistema Aliceweb, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

A exportação das 3,4 mil toneladas de vanádio nos cinco primeiros meses deste ano geraram uma receita de US$ 40,9 milhões para o país. No ano passado, de janeiro a maio a exportação com o minério teve uma receita bem abaixo, de apenas US$ 12,2 milhões.

O principal porto exportador do vanádio brasileiro segue como o de Salvador, responsável por levar mais de 98% da commodity para países como Holanda, principal importador do vanádio brasileiro, Canadá, Estados Unidos e Índia, entre outros. Neste ano, a única exportação de vanádio que não saiu de Salvador foi um pequeno embarque de Itajaí, em Santa Catarina, para a Coreia do Sul.

No Brasil, a principal mineradora produtora do minério é a Vanádio Maracás, subsidiária da canadense Largo Resources no Brasil, que tem operação no Estado da Bahia. No mês passado, a empresa reportou lucro operacional no primeiro trimestre e anunciou um plano para aumentar a produção mensal de vanádio para 840 toneladas.

Apesar da melhoria no volume de exportação no acumulado do ano, a comparação mês a mês registra uma pequena queda nos embarques de vanádio. Em maio deste ano, 780 toneladas do minério foram exportadas, sob uma receita de US$ 9,2 milhões, enquanto que no mesmo mês de 2016 o volume exportado foi de 880 mil toneladas, com uma receita de mais de US$ 4,6 milhões. As informações são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.