• Banner da campanha Outubro Rosa 2017
  • Programa de Estágio

Mineração

25/08/2017 15:50

Largo embarca milésimo lote de vanádio

A Largo Resources, que controla a mineradora Vanádio Maracás, na Bahia, disse que realizou recentemente o seu milésimo embarque de vanádio, e superou a marca de 44 milhões de libras (lb) de pentóxido de vanádio (V2O5) exportado, ou seja, quase 20 mil toneladas.

"Estamos muito satisfeitos por ter ultrapassado esse marco na produção e muito orgulhosos dos resultados da produção e dos baixos custos operacionais alcançados pela nossa equipe operacional […] Nós dissemos que o ambiente de preço do vanádio, criado pelos recentes aumentos de preços, que são os mais altos em 5 anos, combinado ao nosso desempenho operacional e nossa produção de baixo custo levará a resultados financeiros sólidos para o restante do ano fiscal de 2017", disse Mark Smith, presidente e CEO da Largo, em nota divulgada nesta quita-feira (24).

Segundo ele, a faixa de preços do V2O5 para a semana encerrada em 18 de agosto de 2017 foi de US$ 9 a US$ 10 por libra, de acordo com levantamentos da consultoria Metal Bulletin, o que representa um aumento aproximado de 64% em relação ao preço médio de US$ 5,81 registrado no segundo trimestre deste ano.

Fluxo de caixa positivo

No segundo trimestre a produção de V2O5 aumentou de 2.062 toneladas para 2.182 toneladas, porém ficou abaixo do valor registrado no segundo trimestre do ano passado que foi de 2.311 toneladas, devido a uma reforma programada na proteção refratária do forno, iniciada em março e concluída em abril.

As receitas de abril a junho somaram US$ 35,8 milhões bem acima dos US$ 29,4 milhões no trimestre anterior e 89% maior do que no mesmo trimestre de 2016. O bom resultado é explicado pelo aumento de preços do vanádio.

O reflexo dessa melhoria no desempenho é que o fluxo de caixa negativo de US$ 4,5 milhões no segundo trimestre de 2016 se transformou em um fluxo positivo de US$ 11 milhões no trimestre encerrado em junho.

A taxa de recuperação metalúrgica de V2O5 aumentou para 74,3% no segundo trimestre deste ano, em comparação a 71,8% no trimestre anterior. "A companhia espera taxas de recuperação ainda mais altas devido a melhorias operacionais recentes que elevaram a produção a 807 toneladas em junho de 2017", diz a nota.

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.