• Banner Policlínicas Regionais

Infraestrutura

21/11/2017 11:20

Bamin e governo da Bahia discutem ações para retomar obras da Fiol

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), se reuniu na terça-feira (14) com executivos da Bahia Mineração (Bamin) e sua controladora Eurasian Resources Group (ERG) para discutir sobre ações que, segundo o governo estadual, devem assegurar a retomada das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e a construção do Porto Sul a partir de março de 2018.

As obras de infraestrutura são importantes para a mineradora desenvolver o projeto Pedra de Ferro, que prevê a produção anual de 18 milhões de toneladas de minério de ferro pela empresa em Caetité (BA). No encontro desta semana, estiveram presentes o presidente do Conselho de Administração do ERG, Alexander Machkevitch, o novo CEO da Bamin, Eduardo Ledsham, além do secretário da Casa Civil, Bruno Dauster.
"Tratam-se dos trabalhos preparatórios de meio ambiente, que vão dar as condições para, no final do primeiro semestre, se iniciar a construção do Porto Sul, simultaneamente à retomada das obras da Fiol", diz Dauster.

Ledsham assumiu a diretoria da Bamin neste mês, após ficar um ano no comando do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Ele já participou de três reuniões sobre as obras da Fiol e do Porto Sul com a Casa Civil e o governador.  "Essa parceria tem sido fundamental e tende a melhorar cada vez mais. Tenho percebido uma relação muito boa com o governo do Estado e a nossa intenção é caminhar juntos, pois se refere a uma iniciativa que é um desafio tanto para o estado quanto para o país", afirma o executivo.

Em setembro deste ano a empresa cazaque ERG, antes conhecida com ENRC, assinou um memorando de entendimento (MoU) com o Estado da Bahia e um consórcio de empresas chinesas para desenvolver uma mineradora integrada de US$ 2,4 bilhões, que inclui ferrovia e terminal portuário. As obras da Fiol estão paralisadas desde 2015. Com informações da Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia.

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.