Mineração

14/11/2018 10:00

Largo Resources recebe licença de expansão de mina de Vanádio na Bahia

"Conforme anunciado anteriormente em 16 de abril de 2018, o Largo iniciou um projeto de expansão que se concentra no aumento da capacidade de produção das áreas de moagem, fusão [...], lixiviação e filtragem. A expansão vai ver a capacidade de produção da mina Maracás Menchen aumentar 25% a partir da taxa nominal de aproximadamente 800 toneladas por mês de pentóxido de vanádio (V2O5) para 1.000 toneladas por mês", diz o comunicado divulgado hoje.

A mineradora espera que a taxa de produção melhorada na mina resulte na produção de mais 200 toneladas de V2O5 por mês a partir de junho de 2019, e os investimentos de capital para o plano estão estimados em aproximadamente US$ 15,5 milhões. "A construção começou no início de junho de 2018 com um cronograma esperado para conclusão de aproximadamente 12 meses, incluindo o comissionamento necessário", diz a nota.

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) publicou a confirmação da licença para o projeto de expansão em 26 de outubro de 2018. A licença é válida por um período de dois anos e pode ser estendida de acordo com a licença de operação (LO) padrão que foi confirmada em 5 de outubro de 2018.

"Garantir esta autorização foi um marco importante em nosso projeto de expansão e agora esperamos entregar um aumento substancial de capacidade no prazo e dentro do orçamento. A demanda por vanádio continua aumentando em todo o mundo. Os fundamentos do lado da oferta continuam a indicar uma escassez da commodity no curto prazo", disse Mark Smith, CEO da Largo, em nota.


Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.